A “frescura” do circo contemporâneo cabe toda no Vaudeville Rendez-Vous

O festival, que também cria espaço para as artes de rua, arranca esta segunda-feira. Itinerante, percorrerá até sábado as cidades de Braga, Guimarães, Famalicão e Barcelos, num total de 13 espectáculos — dois deles em estreia absoluta — e 28 apresentações.

Foto
Váld, do colectivo sueco Right Way Down, é uma das duas estreias absolutas do festival DR

Levar uma programação intensa a quatro cidades, garantir que tudo corre de feição em tempos mais incertos, limitar o programa a quatro dias. Isto podia ser um número de malabarismo, mas é o que o Vaudeville Rendez-Vous vai fazer a partir desta segunda-feira, e até sábado, entre Braga, Guimarães, Famalicão e Barcelos. À sétima edição, o festival de circo contemporâneo — que também é das artes de rua e de outras manifestações transdisciplinares — traz ao quadrilátero urbano minhoto 13 espectáculos e 28 apresentações. Pelo meio, há duas estreias absolutas e cinco estreias nacionais. Todos os espectáculos acontecem ao ar livre e têm entrada gratuita.