Da importância da última palavra ao romantismo adolescente de roubar livros

Os livros são muito vividos. Têm grãos de areia se a leitura for a na praia, guardam bilhetes de metro ou de teatro, são testemunhos de um tempo, o do eleitor. No caso de Santos Guerreiro essa tarefa, a da leitura, começou de modo epifânico numa semana da adolescência em Viseu. É a cidade onde agora vive Patrícia Portela, directora artística do Teatro Viriato e a convidada de Santos Guerreiro para esta conversa voraz. Com eles, vamos correndo uma biblioteca que contém “Sobre a Leitura”, de Proust, Raul Brandão, Fernando Pessoa, Teixeira de Pascoaes, Clarice Lispector, Shakespeare, Ana Teresa Pereira, Virginia Woolf, Daniil Kharms, “Hífen”, de Patrícia Portela, “Oleanna”, de David Mammet, Tchekhov, Imre Kertész, “Um Vestido Curto de Festa”, de Christian Bobin, “Moby Dick”, de Herman Melville, “A Ilíada”, de Homero, Os Sonetos, de Camões, “Antologia da Literatura Fantástica”, de Adolfo Bioy Casares, Jorge Luis Borges e Silvina Ocampo, “Uma Modesta Proposta”, de Jonathan Swift e Cartas de Abelardo para Heloísa, de Heloísa de Argenteuil e Pedro Abelardo. 

Os podcasts do PÚBLICO dão-lhe 10% de desconto numa nova assinatura do seu jornal. Introduza o código POD10 em publico.pt/assinaturas e usufrua das vantagens de ter o PÚBLICO no ouvido.

O podcast “Grandes Leitores” é uma parceria PÚBLICO/Antena 3 que pode ouvir nas plataformas habituais, como o Spotify ou a Apple Podcasts e também na RTP Play.