Posse de armas de fogo no Brasil duplica durante a presidência de Bolsonaro

Número de armas de fogo registadas aumentou mais de 100% no espaço de três anos, refere o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que dá conta do aumento da violência contra crianças e adolescentes: no ano passado, foram assassinadas no Brasil 267 crianças com menos de 11 anos.

Foto
Manifestação a favor do uso de armas, no dia 9 de Julho, em Brasília Joedson Alves/EPA

No espaço de três anos, o número de armas de fogo nas mãos dos brasileiros aumentou mais de 100%, um período de tempo que coincide com o Governo de Jair Bolsonaro, indica o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, apresentado esta quinta-feira, que dá também conta de um aumento de 97,1% na posse de armas de fogo em 2020 em relação ao ano anterior.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários