Memórias fotográficas do colonialismo português

O filme de Joana Pontes deposita-se demasiadamente na “informação” e na “explicação” e no “dizer” de historiadores e arquivistas.

ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
Visões do Império aborda o colonialismo português
ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
Visões do Império aborda o colonialismo português

Visões do Império é uma abordagem do colonialismo português feita a partir de documentos fotográficos, a maior parte deles oriunda de espólios e colecções particulares. Não é, portanto, a “grande propaganda” que está em causa, nem sequer uma “visão oficial”, mas antes, em fotografias de família, em postais para os amigos, em retratos mais ou menos anódinos do quotidiano africano, uma memória do que foi a presença portuguesa em África construída com base em documentos de experiências individuais.