“Temos os mecanismos para garantir a integridade da Colecção Berardo”

Ministério da Cultura aumenta para 800 mil euros orçamento para compra de obras de arte contemporânea. Graça Fonseca diz que o destino da Colecção Berardo está em avaliação com a reserva que o tema merece.

Foto
A ministra da Cultura com a obra de Jorge Molder Daniel Rocha

Não há ainda novidades sobre a Colecção Berardo. Não há também novidades sobre a Colecção Ellipse. Os seus destinos, que alguns pedem que seja semelhante ao das colecções que pertenceram ao Banco Português de Negócios, está em avaliação, disse a ministra da Cultura aos jornalistas no final da apresentação das novas obras de arte adquiridas para a Colecção de Arte Contemporânea do Estado.