Voo de Richard Branson ao limite do espaço estimula “inovação aeroespacial”

Sucesso do voo da Virgin Galactic foi fundamental para mostrar segurança das viagens comerciais ao espaço, diz o especialista Miguel Gonçalves.

Foto
Richard Branson chegou ao espaço Reuters/VIRGIN GALACTIC

A saga do turismo espacial conheceu este domingo um novo episódio: o bilionário Richard Branson completou com sucesso uma viagem ao espaço, onde a tripulação alcançou a gravidade zero num percurso que durou cerca de uma hora, a bordo da SpaceShipTwo da sua Virgin Galactic. Para o especialista Miguel Gonçalves, este passo é “muito mais do que turismo espacial” e serve de alavanca para a inovação aeroespacial, impulsionando, ao mesmo tempo, a criação de “um conjunto de inovações científicas e tecnológicas.”