Entre a meditação e La bomba

Aplausos justos para o bom desempenho do Coro Gulbenkian em todo o concerto, suportando as terríveis máscaras e enchendo de som a grande e alta igreja de São Domingos.

Foto
Coro Gulbenkian na Igreja de São Domingos cortesia Festival EStoril Lisboa

O Festival Estoril Lisboa, na sua 47.ª edição, tem vários concertos de entrada livre. Na Igreja de São Domingos uma parte do Coro Gulbenkian (duas dezenas de cantores acompanhados ao órgão por Sérgio Silva) apresentou na passada quinta-feira um programa dedicado ao tema central deste ano do Festival, “Segredo, no V Centenário da morte de D. Manuel I”. A propósito, o Coro Gulbenkian, dirigido por Jorge Matta, pôs de pé um programa em três partes com títulos distintos: Magnificat, Viagens marítimas e A luz eterna.