Covid-19: Revelados sinais genéticos claros que indicam maior risco

Um estudo publicado esta quinta-feira na revista Nature apresenta o resultado de uma rede internacional de cientistas que quis encontrar características genéticas que apontam para um maior risco de ser infectado ou de ficar gravemente doente.

Foto
Ilustração do vírus SARS-CoV-2 Dotted Yeti

Mapear a arquitectura genética humana da covid-19 é o título do artigo publicada esta quinta-feira na revista Nature que mostra o resultado da análise de quase 50 mil pessoas com covid-19, com os dados de 46 estudos de 19 países. Os cientistas quiserem procurar as regiões e variantes genéticas que podiam ser associadas com a uma maior susceptibilidade de infecção por SARS-CoV-2 ou maior severidade da doença. Os resultados divulgados agora revelam que foram identificadas 13 novas regiões genómicas associadas a um maior risco. Actualmente o projecto já cresceu, mais que duplicando o número de amostras estudadas. 

Sugerir correcção
Ler 2 comentários