Por favor, desta vez deixem o Reino Unido experimentar sozinho

Espero francamente que a nova estratégia britânica corra bem — e, se correr bem, teremos todos muito a aprender. Mas manda a prudência e a experiência com as variantes passadas que não sigamos o exemplo já e que nos protejamos entretanto.

O novo ministro da Saúde britânico, Sajid Javid, tomou uma decisão: há que abandonar qualquer pretensão de tentar domar a covid. Os cuidados a tomar ficarão a cargo de cada um, o governo não dará indicações sobre o uso de máscaras e, a partir de 19 de julho, Inglaterra (a Escócia, o País de Gales e a Irlanda do Norte têm as suas próprias autoridades) estará desconfinada “irreversivelmente”. “Não há volta atrás”, diz o ministro, que acrescenta: “Há que ser claro: os casos vão aumentar significativamente. Mas nenhuma data que escolhermos virá sem risco. Vamos ter de aprender a aceitar a existência da covid e encontrar formas de lidar com ela – tal como já fazemos com a gripe.”