A propósito de vencedores e vencidos no 25 de Abril de 1974

É contra esta epopeia, que veio de antes do 25 de Abril e continuou depois, que se colocam os que estavam com o regime e contestam que seja festejada pelos que sempre estiveram contra e transformaram o movimentar militar em revolução.

A propósito da preparação das comemorações dos 50 anos do 25 de Abril de 1974, aqueles cujas ideias e actos foram derrotados naquela data aproveitam para confundir dados da nossa história contemporânea e meterem-se numa barca que não é a deles. O regime derrubado era um atentado à liberdade, exercia repressão de forma brutal, tinha um aparelho de censura que privava acesso à informação e à cultura. Manteve grandes zonas de pobreza, miséria e ignorância. Oprimia as mulheres. Tinha a narrativa ideológica da ala conservadora da Igreja e o elogio de glórias do passado e do Império para justificar a sua própria existência. O dia 25 de Abril de 1974 e os movimentos do antes e do depois dessa data são de facto uma epopeia.