Durará o Partido Comunista chinês outros cem anos?

Muitos se interrogam sobre a longevidade de um regime político autoritário. A sua legitimidade é reconhecida pelos cidadãos e assenta na História e nas realizações económicas. Mas, tal como os homens, os partidos são mortais.

Foto
Um ecrã gigante em Pequim mostra a entrega das Medalhas de 1 de Julho, que distinguem os membros do PCC que mais se destacaram TINGSHU WANG/Reuters

A história do Partido Comunista Chinês (PCC) confunde-se com a da China contemporânea. Foi fundado há cem anos e dirige o país há 72. Sem o PCC não haveria a “nova China”, diz um slogan. É verdade. Haveria certamente outra China, não podemos é imaginar qual. A China tem um grande sentido da duração: “A China tem 5000 anos e durará outros 5000”, diz outro slogan. E o PCC durará outros cem anos? Esta parece ser a obsessão do Presidente Xi Jinping desde há muitos anos.