Um melhor Federer atinge a terceira ronda

A antiga número um mundial, Victoria Azarenka, também se despede de Wimbledon.

Foto
Roger Federer Reuters/PAUL CHILDS

Aos 39 anos, Roger Federer ainda bate recordes: o suíço qualificou-se pela 18.ª vez para a terceira ronda do Torneio de Wimbledon, superando o melhor registo que pertencia a Jimmy Connors. Há 46 anos que um tenista com esta idade não chegava tão longe na etapa britânica do Grand Slam. Uma vitória em três sets e uma melhor exibição comparativamente à realizada na estreia.

“Foi um encontro maravilhoso para mim. Um primeiro set difícil e um grande segundo set”, admitiu Federer, após vencer o francês Richard Gasquet (56.º mundial), por 7-6 (7/1), 6-1 e 6-4.

“Sentir o melhor ténis nas duas primeiras ronda não é o mais importante; o que não queremos é ir embora”, frisou o suíço, que terá agora pela frente um jogador da casa: Cameron Norrie (34.º), que desde que atingiu a final no Millennium Estoril Open, ganhou 13 dos 17 encontros que realizou – e só perdeu um de sete em relva.

“Ele é um bom tipo e tem tido o um excelente ano, jogou muito bem no Queen’s e tem dado seguimento aqui. Estou contente por ele, mas já chega, agora precisa de sair”, brincou Federer.

Quem também não se ressentiu da primeira ronda foi Nick Kyrgios (60.º) que somou 48 winners (incluindo 29 ases) e não enfrentou qualquer break-point para eliminar o italiano Gianluca Mager (77.º), por 7-6 (7/4), 6-4 e 6-4.

Daniil Medvedev (2.º), Alexander Zverev (6.º) e Matteo Berrettini (9.º) também avançaram para a terceira ronda sem cederem qualquer set.

Na prova feminina, a número um mundial Ashleigh Barty ultrapassou a russa Anna Blinkova (89.ª), por 6-4, 6-3. E Jelena Ostapenko (34.ª), campeã na semana passada em Eastbourne, somou a sétima vitória consecutiva, por 6-1, 3-6 e 8-6, sobre Daria Kasatkina (35.ª), que chegou a servir para fechar o encontro.

No confronto entre duas veteranas de 31 anos, a ex-líder do ranking feminino, Victoria Azarenka (14.ª), desperdiçou uma vantagem de 3-1 no set decisivo e, embora tenha anulado dois match-points e recuperado de 3-5, cedeu diante da romena Sorana Cirstea (45.ª), por 7-6 (7/5), 3-6 e 6-4.