Gastão Elias avança também para os quartos-de-final do Porto Open

O tenista da Lourinhã e Gonçalo Oliveira decidem nesta sexta-feira o acesso às meias-finais.

Foto
Gastão Elias Reuters/TT NEWS AGENCY

Um primeiro set de altíssimo nível empurrou Gastão Elias para uma vitória sobre o ex-33.º mundial, Denis Istomin, em dois sets e colocou o tenista luso nos quartos-de-final do Porto Open. Elias junta-se ao compatriota Gonçalo Oliveira que na véspera já tinha assegurado a presença nesta fase do torneio do ATP Challenger Tour.

Em menos de uma hora, Elias (240.º) dominou o uzbeque de 34 anos, por 7-5, 6-4, parciais enganadores quanto às dificuldades colocadas por Istomin (188.º).

“Em piso rápido é um jogador bastante perigoso, mesmo não estando no melhor momento da carreira dele. Joguei bastante bem, respondi e servi bem, inícios de jogada mais fortes que era o objectivo para hoje, não queria deixá-lo comandar os pontos”, resumiu Elias.

Nesta sexta-feira, Elias discute um lugar nas meias-finais com o equatoriano Emilio Gomez (169.º), filho do campeão de Roland Garros de 1990, Andres Gomes. Os dois defrontaram-se uma vez, em 2014, com vitória do português, mas conhecem-se muito bem, pois partilharam o quarto quando Elias residia na Academia de Nick Bollettieri, nos EUA.

“Vou continuar a olhar para o torneio da mesma maneira, tudo o que vier é positivo. Obviamente que se jogar o meu melhor ténis tenho hipóteses frente a qualquer um”, afirmou Elias, antes de saber o nome do seu adversário.

Antes (13 horas), Gonçalo Oliveira (297.º) entra no court central do Complexo Desportivo do Monte Aventino, para defrontar o ucraniano Sergiy Stakhovsky (242.º), que em 2010 ocupou o 31.º lugar do ranking.