A música de himalion ensina a desacelerar

Indie folk pastoral criado em contexto pandémico numa vila aveirense já habituada ao isolamento. Música serena e introspectiva que procura escapar ao ruído dos nossos dias e regressar à natureza. Diogo Sarabando é himalion.

i-video

As paredes do pequeno quarto estão cheias de cartazes dos Beatles e (sobretudo) de Bob Dylan. Álbuns de Cat Stevens, Curtis Mayfield, Eric Clapton, Leonard Cohen, Joni Mitchell e Rachmaninoff povoam a estante. Bryter Layter, de Nick Drake, e In Rainbows, dos Radiohead, estão na secretária, perto do controlador MIDI. À beira da caixa que guarda discos de vinil, há livros como Songwriters on Songwriting, de Paul Zollo, e Creativity: A Short and Cheerful Guide, de John Cleese, membro dos Monty Python. Quatro guitarras em diferentes estados de conservação escondem-se por detrás da porta. Perto da janela estão uma tape machine analógica que também já viu melhores dias, um timbalão e uma série de pequenos amplificadores.

Sugerir correcção
Comentar