Governo incentiva funcionários públicos em teletrabalho a mudarem-se para o interior

Protocolos com 88 município criam uma rede de espaços de teletrabalho e cowork no interior.

Foto
Miguel Manso

Quase um ano depois de ter sido publicado o decreto-lei que criou o programa de incentivos à fixação de trabalhadores do Estado no interior, só nesta terça-feira, com a publicação da portaria que determina os incentivos pecuniários e não pecuniários a esta mudança, é que os quase 70 mil funcionários públicos cujas funções podem ser exercidas em regime de teletrabalho de forma estrutural poderão optar por esse regime. E por desempenhar as suas funções num território do interior com um incentivo de cerca de 105 euros por mês, durante três anos.