Plano estratégico para museus e monumentos apresentado em clima de instabilidade

A exoneração do director-geral do Património Cultural há menos de uma semana junta-se à incerteza do que vai acontecer às competências da DGPC e às Direcções Regionais de Cultura no quadro da modernização administrativa.

Foto
A reunião vai decorrer no Museu Machado de Castro, em Coimbra, um dos que já tem nova directora Adriano Miranda

Os directores de museus, monumentos e palácios da Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) vão estar reunidos esta quarta-feira em Coimbra, seis dias depois de a ministra da Cultura, Graça Fonseca, ter exonerado o director-geral deste organismo, Bernardo Alabaça, apanhando de surpresa muitos dos que vão estar sentados à mesa, se não mesmo todos.