Novos carros com a maior quebra em dez anos nas emissões de CO2

Valores provisórios mostram uma descida de 12% no CO2 gerado pelos 11,6 milhões de carros mariculados na UE em 2020. Em Outubro, fica-se a saber se há marcas multadas.

Foto
Nelson Garrido (arquivo)

Dados preliminares da Agência Europeia do Ambiente (AEA) mostram que as emissões médias de dióxido de carbono (CO2) dos carros novos matriculados em 2020 diminuíram 12% face a 2019. Estão em causa 11,6 milhões de veículos ligeiros, registados na União Europeia (UE) e em mais três países (Reino Unido, Noruega e Islândia). Tal descida deve-se sobretudo ao crescimento nas vendas de carros eléctricos e híbridos eléctricos.