Um modelo global para combater a violência sobre as mulheres

Da violência doméstica à exploração sexual, ao tráfico, ao casamento infantil, à mutilação genital feminina e ao assédio online, a misoginia violenta disseminou-se camuflada pela pandemia.

Enquanto o mundo luta de forma desigual contra os efeitos da covid-19, uma pandemia paralela e igualmente terrível ameaça metade da população mundial. Nos primeiros meses da pandemia, as Nações Unidas estimavam que as quarentenas e os confinamentos poderiam levar a 15 milhões de casos adicionais de violência de género a cada três meses. Infelizmente, estas previsões parecem estar certas.