Verstappen liderou do início ao fim na Estíria e foge a Hamilton no Mundial de F1

O piloto holandês venceu pela segunda vez consecutiva. Hamilton tem um concorrente sério no Mundial de pilotos.

Foto
Foi o quarto triunfo da temporada para Verstappen (Red Bull) Lisi Niesner/Reuters

Depois de um Grande Prémio de França disputado até ao fim no fim-de-semana anterior, em que Max Verstappen apenas ultrapassou Lewis Hamilton já muito perto do fim, o piloto holandês da Red Bull retirou neste domingo qualquer emoção ao Grande Prémio da Estíria (Áustria), corrida que liderou do princípio ao fim, controlando facilmente a perseguição do campeão do mundo. Verstappen cimentou a liderança do Mundial de pilotos, agora com mais 18 pontos que o rival.

Não houve surpresas no arranque do Grande Prémio, com Verstappen a segurar a pole position que tinha conquistado na véspera. A partir daí, pouca ou nenhuma emoção na disputa pelo primeiro lugar, muito por “culpa” do líder do Mundial, que não permitiu grande aproximações ao piloto da Mercedes. Nem aquando da troca de pneus do Red Bull Hamilton pôde aproveitar, já que Verstappen continuou em primeiro após sair das boxes à 30.ª volta, e a partir daí foi gerindo a vantagem, que consolidou a cerca de 20 voltas do final.

Sabendo que pouco ou nada podia fazer para chegar ao comando do Grande Prémio, Hamilton começou então a fazer a gestão da sua corrida, chegando ao final com uma diferença acentuada face ao vencedor (35,743s).

“Inacreditável. O carro esteve ‘on fire’ hoje”, disse Verstappen no final. Já Hamilton reconheceu a superioridade do adversário: “Foi uma corrida um pouco solitária. Tentei  manter-me perto dele, mas a velocidade do Red Bull..., eles fizeram grandes melhorias para as últimas corridas e foi impossível segui-los.”

Mais interessante foi a luta pelas posições seguintes, com o segundo Red Bull de Sergio Pérez a tentar chegar ao pódio, o que esteve perto de acontecer. Com o Mercedes de Valtteri Bottas a sentir algumas dificuldades devido ao estado dos pneus, Pérez foi recuperando terreno nas voltas finais, mas o finlandês conseguiu resistir à pressão.

Com o primeiro lugar deste domingo, Verstappen somou o quarto triunfo da época (tem mais um que Hamilton) - metade das corridas disputadas até agora. É o segundo consecutivo, pelo que o jovem de 23 anos reforçou a liderança do Mundial, onde tem agora 156 pontos, mais 18 que Hamilton, que somou um ponto extra ao fazer, a fechar a corrida, a volta mais rápida do circuito.

O segundo lugar de Hamilton na Estíria permite-lhe igualar Michael Schumacher nas estatísticas - o britânico foi segundo num Grande Prémio pela 43.ª vez, marca detida também pelo piloto alemão. Outro facto curioso da corrida de ontem: a Mercedes não vence há quatro Grandes Prémios consecutivos, algo que não sucedia desde 2013.

No Mundial de construtores, a Red Bull aumentou a vantagem para 40 pontos face à Mercedes.