Bruxelas nega intenção de restringir ou limitar conteúdos britânicos na TV e no streaming

Comissão desmentiu notícia avançada pelo The Guardian e afirmou que não está em preparação nenhuma alteração à directiva dos serviços audiovisuais que fixa a designação das obras europeias e abrange as produções do Reino Unido.

Foto
"The Crown": metade do conteúdo televisivo e de "streaming" na Europa é proveniente do Reino Unido Netflix

A Comissão Europeia desmentiu esta terça-feira que esteja a ser preparada uma alteração legislativa para restringir ou limitar a difusão de conteúdos audiovisuais produzidos no Reino Unido na programação das estações televisivas ou nas plataformas de streaming dos países da União Europeia (UE).

Sugerir correcção
Ler 5 comentários