Pedro Adão e Silva e os activistas russos: a mesma luta

São dois temas completamente diferentes, mas que tiveram o mesmo tipo de resposta por parte de António Costa e do Governo: uma resposta arrogante misturada com uma explicação de nível zero.

Usando uma palavra que agora ouvimos muito, um Governo tem de ser resiliente. Resiliente perante o escrutínio público, as perguntas dos jornalistas, as dúvidas dos cidadãos. Não deve ser fácil, principalmente se está sujeito a muita pressão em plena pandemia covid-19, mas convém que nunca perca a noção de que (quase) todas as questões são legítimas e não se pode responder com arrogância. Nas últimas semanas, essa tentação tem sido evidente.