O perigo de vida, a morte e mais além

1. No jogo de futebol – sublinhe-se a circunstância – uma pessoa caiu inanimada no campo. Seguiram-se momentos de apreensão e angústia – tudo em directo no ecrã de televisão de milhões de casas de família e de alguns milhares de espectadores a assistir fisicamente ao espectáculo. Um atleta, um jogador profissional de futebol, ou visto do modo como as coisas devem ser vistas, um ser humano, lutava pela sua vida em pleno relvado, com o precioso auxílio de colegas, adversários, médicos e paramédicos. Nesse momento, para todo o universo envolvido, imediata ou mediatamente, ninguém ousava pensar em calendários, dificuldades de organização de jogos e outras consequências para o evento desportivo em causa. Tudo paralisado perante a magnitude do que se apresentou aos nosso olhos.

Sugerir correcção
Comentar