Responsável da EMA defende que a vacina da AstraZeneca também não deve ser usada em maiores de 60 anos

Marco Cavaleri, responsável pela task force da vacinação da agência europeia, garante contudo que “a relação risco-benefício continua favorável para todas as faixas etárias”. O especialista em vacinas Miguel Castanho explica que se trata de uma sugestão de abdicar da vacina no contexto actual da pandemia.

Foto
“Em contexto de pandemia, a nossa posição era — e é — a de que a relação risco-benefício continua favorável para todas as faixas etárias”, disse Marco Cavaleri Reuters/Henry Nicholls

Os países devem evitar administrar a vacina AstraZeneca a também pessoas com mais de 60 anos, tendo em conta os efeitos secundários de formação de coágulos no sangue, defendeu o responsável pela task force da Agência Reguladora de Medicamentos (EMA) da União Europeia Marco Cavaleri​ este domingo.