Anskari, o palhaço sem fronteiras

“Fazer rir as crianças é a coisa mais urgente neste mundo de loucura.”

Foto
DR

Atravessei o deserto do Neguev até ao Sul de Israel. Foi uma viagem monótona, que nem o cenário do mar Morto conseguiu salvar. Eilat regurgitava famílias russas em férias. As águas do mar Vermelho estavam tépidas, como sempre. A cidade jordana de Aqaba, a leste, avistava-se à distância de um breve voo de pássaro. A poente da baía, para o lado do Egipto, imigrantes africanos conversavam e olhavam as luzes de Aqaba. Atiravam pedrinhas ao mar e, provavelmente, sonhavam.