Podem os jogos de tabuleiro restaurar a confiança entre cidadãos e políticos?

Demo Cimeira, a nova criação do Visões Úteis, reúne cidadãos de Campanhã e seus representantes políticos à volta de jogos de tabuleiro para questionar a “essência da democracia representativa”. A próxima jornada acontece este sábado, às 15h, na Bonjóia.

Foto
O deputado municipal Rui Sá foi um dos cinco representantes políticos que aceitou participar na iniciativa Paulo Pimenta

Era para ser a típica tarde de arrumações em casa, mas Almerinda, moradora no bairro de Contumil, acabou sentada à mesa com Rui Sá, deputado municipal da CDU, para uma ronda de jogos de tabuleiro que quer desarrumar constrangimentos institucionais e reparar as relações entre eleitores e eleitos. O encontro improvável, que se repete este sábado, com outros protagonistas, integra a primeira jornada do Demo Cimeira, projecto do Visões Úteis que junta cidadãos de Campanhã e seus representantes políticos, a nível local, nacional e europeu, em torno de jogos de tabuleiro, num “cruzamento entre arte, política e cidadania” que, segundo a companhia portuense, constitui um questionamento da “essência da democracia representativa”.