25 de Abril e dignidade na política

O que Rui Rio fez foi surfar a espuma dos dias num crescendo de populismo que merece uma séria reflexão, mas sobre a dignidade da acção política.

O mundo político e das redes sociais agitou-se na terça-feira com a revelação do ordenado do comissário executivo e da composição do seu gabinete, encarregado das comemorações dos 50 anos do 25 de Abril. E vale a pena sublinhar que são as condições materiais colocadas para a persecução deste objectivo que estão na origem desta comoção e não o nome escolhido, se queremos chegar ao cerne da questão.