A incorrecção do desenho

O desenho como forma de levar ao limite a capacidade compositiva da linguagem.

Foto
O desenho como espaço de reflexão, de pensamento Filipe Braga

O trabalho de Gonçalo Pena (n. Lisboa, 1967) é composto por pinturas, desenhos e ilustrações que desenvolve para jornais. Entre estas diferente materializações não podemos estabelecer linhas de continuidade, ainda que, naturalmente, haja contaminações entre as diferentes regiões, nomeadamente a partir da ironia e do permanente jogo de linguagem que acontece nos trabalhos. Mas o elemento mais decisivo é o modo como constrói um universo extremamente singular em que arte, política, metafísica surgem de forma original e, de algum modo, incorrecta.

Sugerir correcção
Comentar