Mulher sul-africana terá tido dez bebés — de uma só gravidez

As circunstâncias e a autenticidade dos nascimentos estão ainda por apurar, já que os bebés ainda não foram vistos, disse a porta-voz do Governo da África do Sul, Phumla Williams.

Foto
O recorde do Guinness é detido por Nadya Suleman, que teve oito bebés, em 2009, nos EUA DR

Gosiame Thamara Sithole, uma mulher sul-africana de 37 anos, terá tido um parto de dez bebés, na segunda-feira, em Pretoria. A notícia foi confirmada pelo marido e pai das crianças, Teboho Tostetsi, ao jornal Pretoria News. O casal reclama ter quebrado o recorde mundial do Guinness. No entanto, os bebés ainda não foram vistos e o Governo sul-africano, em declarações ao site australiano 7 News, diz ter de verificar a autenticidade dos nascimentos.

As ecografias iniciais de Gosiame Thamara Sithole mostravam oito bebés no útero, mas afinal terão nascido dez bebés: “São sete rapazes e três raparigas. Estou feliz e emocionado”, revelou Teboho Tostetsi. As crianças terão nascido às 29 semanas de gestação, de cesariana, num hospital em Pretoria.

A gravidez, relatou o marido de Sithole, terá sido natural, sem recurso a tratamentos de fertilidade. Há algumas semanas o casal foi entrevistado pelo Pretoria News e revelou ter tido dificuldade em acreditar, numa fase inicial, que esperava oito bebés. “Estou chocada com esta gravidez. Rezo para que Deus me ajude a dar à luz todos os meus filhos de forma saudável, e para que eu e os bebés sobrevivamos”, disse na altura a gestante. A forma como vão sustentar as dez crianças é outra das preocupações, já que a mãe não deverá conseguir regressar ao trabalho, como gerente de loja, tão cedo. Até porque esta não é a primeira gravidez: Sithole e Tostetsi já são pais de dois gémeos de seis anos.

Apesar de já ter passado por uma gravidez gemelar, a mulher explicou que desta vez, com oito bebés, foi bem mais difícil. A azia, as dores nas pernas e as preocupações fizeram-na passar noites em claro. “Como vão caber no útero? Vão sobreviver?”, terá pensado a gestante no início da gravidez, período durante o qual sofreu algumas complicações.

Agora, o casal reclama ter quebrado o recorde mundial do Guinness, destronando a malaia Halima Cissé, mãe de nove bebés, nascidos em Marrocos, há cerca de um mês. O recorde do Guinness, por enquanto, para o número de bebés num só parto é detido por Nadya Suleman, que deu à luz oito bebés, em 2009, nos EUA. O Guinness confirmou à BBC que irá investigar o caso de Gosiame Thamara Sithole.

As gravidezes de múltiplos são raras e resultam frequentemente de tratamentos de fertilidade, explicou a especialista em saúde da BBC Africa, Rhoda Odhiambo. Além disso, estas gestações tendem a terminar prematuramente. Também o professor da Universidade de Ciências da Saúde Sefako Makgatho, Dini Mawela, sublinhou o risco destas gravidezes: “Como não há espaço no útero para as crianças, a tendência é que as crianças sejam mais pequenas.”