Octávio Ribeiro deixa grupo Cofina. Carlos Rodrigues assume direcção do Correio da Manhã e CMTV

Direcção-geral editorial do grupo deixará de existir. A Cofina vai “agilizar a sua estrutura organizativa” para “optimizar o segmento de televisão e reforçar a identidade própria dos restantes segmentos”.

Foto
adriano miranda

Octávio Ribeiro, que era até aqui director-geral editorial do Correio da Manhã e da CMTV, está de saída do grupo Cofina “para se dedicar a projectos pessoais fora do sector dos media”.​ A função que ocupava será “extinta” e o jornalista Carlos Rodrigues irá assumir a liderança editorial do Correio da Manhã e CMTV.

Em comunicado emitido esta terça-feira, a Cofina Media afirma que vai “agilizar a sua estrutura organizativa”. “Desde 2017, a Cofina Media concentrou a direcção editorial de todos os seus títulos – Correio da Manhã, CMTV, Jornal de Negócios, Sábado, Record, Flash, TV Guia, Máxima e Aquela Máquina numa direcção-geral. Tendo em conta o contexto que os media atravessam, a Cofina passará a contar com responsáveis editoriais por marcas, televisão e Correio da Manhã por um lado, e os restantes títulos por outro”, lê-se na nota do grupo.

A empresa acredita que esta reorganização “optimiza o segmento de televisão” e “reforça a identidade própria dos restantes segmentos de media sem deixar de obter as sinergias de grupo”.

Carlos Rodrigues vai assumir, assim, a liderança editorial do jornal e do canal de televisão. Ainda segundo o comunicado, o novo director iniciou a carreira jornalística na RTP, passando depois pela TVI e pela SIC, onde foi foi subdirector de informação, antes de iniciar funções no Correio da Manhã e CMTV em 2012, integrando a direcção como director executivo.

Nos restantes meios do grupo Cofina não existirão alterações às direcções em funções.