O novo livro de Gustavo Carona é uma viagem ao interior dos hospitais durante a pandemia

Diário de um Médico no Combate à Pandemia faz um retrato detalhado dos tempos sem precedentes que se viveram no último ano, a partir da perspectiva e vivências de um médico intensivista.

Foto
"Diário de um Médico no Combate à Pandemia" é a nova obra de Gustavo Carona, lançada esta terça-feira. Adriano Miranda

Nascido em Toronto, no Canadá, mas com alma do Norte, onde cresceu, Gustavo Carona, de 40 anos, é médico anestesista e intensivista no Hospital de Matosinhos, no distrito do Porto. Como se poderia antever, este foi um ano particularmente difícil para si. A exaustão do trabalho no hospital, aliada às dores físicas que começou a sentir — hoje ainda por diagnosticar — e à notícia inesperada do divórcio dos pais, tornaram este um período que descreve como “o mais difícil” da sua vida, mas que não pretende esquecer. “Olho para este passado recente como algo que foi muito difícil de ultrapassar mas que me fez crescer”, conta.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários