Filme de Maureen Fazendeiro e Miguel Gomes na Quinzena dos Realizadores de Cannes

Diários de Otsoga foi improvisado em Agosto do ano passado numa propriedade em Sintra. O festival realiza-se de 6 a 17 de Julho.

Foto

Seis anos depois da presença de As Mil e uma Noites na Quinzena dos Realizadores de Cannes, onde, depois recusadas para a competição, essas seis horas e um quarto, três volumes e três dias de exibição compuseram um dos acontecimentos do festival, e 13 anos depois da inclusão de Aquele Querido Mês de Agosto na mesma secção paralela, Miguel Gomes regressará ao local do crime. Não sozinho, agora com Maureen Fazendeiro, realizadora francesa residente em Lisboa com quem co-realizou Diários de Otsoga. Acaba de ser anunciado em Paris em conferência de imprensa, salientando os programadores a estrutura surpreendente do filme e o apadrinhamento, em termos de universo, de Cesare Pavese (1908-1950).