“Há a possibilidade de fazermos tudo o que fazíamos anteriormente, mas de uma maneira diferente”

O imunologista Henrique Veiga Fernandes diz que a matriz de risco está “desactualizada desde que foi apresentada”, mas traça uma perspectiva positiva para os próximos meses de pandemia em Portugal, graças ao esforço de vacinação contra a covid-19. O especialista fala numa abertura progressiva de fronteiras e vê espaço para que haja festivais de verão, “desde que haja regras”.

Foto
Henrique Veiga Fernandes DR

A vacinação contra a covid-19 para os maiores de 40 anos deverá iniciar-se nos próximos dias, o auto-agendamento online para as pessoas com mais de 45 anos abriu, abriu aliás, esta sexta-feira. O imunologista Henrique Veiga Fernandes, embaixador para a revista científica Science, investigador principal e um dos directores da Champalimaud Research, vê uma conjuntura positiva durante as próximas semanas e nos meses de Verão. “À partida, até meados de Agosto teremos uma grande fatia da população já vacinada e isso são excelentes notícias”, diz em entrevista ao PÚBLICO. Quanto a festivais de Verão e outros eventos, o imunologista defende que é “contra-indicado” que aconteçam como antes, mas podem realizar-se – desde que tenham regras: “Acho que há a possibilidade de fazermos tudo o que fazíamos anteriormente, mas de uma maneira diferente.”