Em Portugal o pão é para comer à refeição: antes, durante e depois

O pão mata o bicho, faz a cama ao vinho, ajuda a passar o tempo, amortece as azeitonas, ajuda a embuchar para puxar o vinho para a cama feita.

Foto
Daniel Rocha

No outro dia, estava eu a almoçar, sofri um acesso de melancolia. À minha frente estava um casal de ingleses com dois filhos pequenos. O restaurante era de peixe mas eles pediram só ovos estrelados e batatas fritas e, como eram ingleses, bem-educados e acabadinhos de chegar depois das privações da pandemia, o empregado acolheu o pedido deles como se tivessem encomendado dois lavagantes e, como corpo de baile, dispostos ao estilo de Busby Berkeley à volta da travessa, dois quilos de lagostins.