Negócio cloud cresce 20% mas salto para a “nuvem” ainda é pequeno

Facturação sobe em ano de corte nas despesas de IT. Itália foi onde mais empresas deram o salto. Portugal ficou nos últimos três lugares.

Foto
Bernard Thessier/Reuters (arquivo)

Num ano em que as despesas das empresas com tecnologia baixaram 1,7%, segundo a IDC, o negócio da cloud escapou ao travão de investimentos e corte de despesas que muitos negócios tiveram de fazer em 2020. A facturação da cloud subiu 20% na segunda metade do ano passado, segundo a mesma fonte, e não dá sinais de abrandar. Para certos negócios, a “nuvem” foi uma espécie de vacina contra males maiores.