“Privados estão disponíveis para dar uma contribuição reforçada na redução de listas de espera cirúrgicas e nas consultas”

Em entrevista ao PÚBLICO, Óscar Gaspar, presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada, refere que a redução da actividade foi transversal no sector e decorreu dos “longos períodos” de confinamento.

Foto
Óscar Gaspar, presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada Rui Gaudencio

O presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) diz que desde Fevereiro deste ano que se sente a recuperação e os últimos meses têm sido de “grande actividade”. Em entrevista ao PÚBLICO, por escrito, Óscar Gaspar reafirma que hospitais privados estão disponíveis para contribuir “na redução de listas de espera cirúrgicas e, se assim se entender, também nas consultas a tempo e horas”.