Herdade da Lisboa dá-nos um tinto alentejano grandioso e de puro prazer

Herdade da Lisboa Trincadeira 2019 é ao mesmo tempo fino e elegante mas também muito fresco, intenso, complexo e de grande carácter.

Foto

Se o investimento é sério, os vinhos são mesmo a condizer. Herdeira dos vinhos Paço dos Infantes, um clássico dos anos de 1980, a Herdade da Lisboa foi adquirida em 2011 por João Cardoso, que – a par de outras no Alentejo, Douro e Ribatejo – tem investido fortemente no potencial da propriedade com 350 hectares, dos quais 200 são de olival e 100 de vinha. Além da adega e sala de barricas modelares, o projecto de enoturismo ainda em desenvolvimento passa também por restaurante, loja, espaços para eventos, área museológica e unidade de alojamento.

Sugerir correcção
Comentar