1, 2, 3... 24 dias: a greve de fome de um agricultor que se queixa de falta de apoios do Estado

Luís Dias está frente ao palácio de Belém e diz que já foi hospitalizado duas vezes. Ministério da Agricultura reconhece que tem direito a apoios, mas afirma que o agricultor “apresentou uma factura sem que os trabalhos nela descritos tivessem, de facto, sido realizados”.

ana-gomes,ministerio-agricultura,politica,agricultura,governo,
Fotogaleria
Foto partilhada por Luís Dias na sua conta do Twitter,Foto partilhada por Luís Dias na sua conta do Twitter DR,DR
ana-gomes,ministerio-agricultura,politica,agricultura,governo,
Fotogaleria
Palácio de Belém Rui Gaudencio

Luís Dias entrou nesta quarta-feira no 24.º dia de greve da fome que cumpre à frente ao Palácio de Belém. Este agricultor luta por apoios do Estado depois de, em 2017, ter tido a sua quinta de exploração de amoras arrasada pelo mau tempo.

Sugerir correcção
Ler 13 comentários