Prémio L’Oréal Portugal Mulheres na Ciência já tem candidaturas abertas

Há quatro bolsas no valor de 15 mil euros, para atribuir às melhores candidatas nas áreas das Ciências, Engenharias e Tecnologias para a Saúde ou para o Ambiente. Inscrições até 15 de Setembro.

Foto
Adriano Miranda

Mulher, doutorada, cientista, com um estudo de investigação científica na manga: este é o perfil geral que a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), a L’Oréal Portugal e a Comissão Nacional da UNESCO procuram para atribuir quatro medalhas de honra L’Oréal Portugal às Mulheres na Ciência.

É também necessário que tenham obtido o grau de doutoramento há menos de cinco anos e que não tenham mais de 35, a não ser que tenham filhos. Nesse caso, os limites são prolongados por um ano por cada filho, desde que incluídos na candidatura os respectivos documentos de identificação.

Para concorrer, cada participante tem de preencher o formulário disponível na página oficial do concurso. A candidatura deve conter a apresentação do estudo avançado pós-doutoramento em universidades ou outras instituições portuguesas “de reconhecido mérito”, na área das Ciências, Engenharias e Tecnologias para a Saúde ou para o Ambiente. Para serem consideradas, as propostas de trabalhos não podem incluir actividades que causem sofrimento a animais no seu desenvolvimento. As concorrentes devem incluir ainda o curriculum vitæ com uma lista detalhada de publicações científicas, uma carta de recomendação do orientador científico, um documento de identificação legal e o certificado de doutoramento.

A 18.ª edição do concurso atribui quatro medalhas de honra no valor de 15 mil euros por vencedora. O prémio visa apoiar a investigação científica, com “o objectivo de promover a participação das mulheres na Ciência, incentivando as mais jovens e promissoras cientistas, em início de carreira, a realizarem estudos avançados a nível de pós-doutoramento”, lê-se em comunicado.

Desde 2003 que o Prémio L’Oréal Portugal Mulheres na Ciência se realiza, tendo já recompensado mais de 50 jovens investigadoras em Portugal. As candidaturas estão abertas até às 17 horas de 15 de Setembro.

Texto editado por Ana Maria Henriques