“População já não tem medo do vírus”. Especialistas pedem medidas para Santos Populares com pessoas na rua

Câmaras de Lisboa e Porto cancelaram arraiais, concertos e fogo-de-artifício, mas especialistas acreditam que população não deixará de sair à rua para festejar. Fiscalização e segurança ficará a cargo da PSP, tanto em Lisboa como no Porto. Marta Temido avança que Conselho de Ministros decidirá esta quarta-feira como serão as festas na capital.

Foto
Bairro da Graça, Lisboa, 2016 Daniel Rocha

Ainda não é este ano que os portugueses vão poder festejar os Santos Populares, tão característicos do mês de Junho, da mesma forma que o faziam antes da pandemia. As festas do São João, que costumam levar milhares de pessoas a festejar nas ruas do Porto, não contarão com o tradicional fogo-de-artifício nem com os concertos ao vivo. Em Lisboa, a câmara municipal também já anunciou que vai proibir os típicos arraiais. Mas os especialistas ouvidos pelo PÚBLICO avisam que é de esperar que as pessoas saiam na mesma às ruas das cidades — e pedem que estes festejos sejam preparados.