O “branqueamento” da Wall Street negra de Tulsa

É o maior ataque racista da história dos EUA. Um século depois do massacre de Tulsa, Oklahoma, onde terão morrido entre 100 e 300 pessoas, a maioria das quais negras, os pedidos de indemnizações crescem à medida que um bairro comercial outrora próspero, conhecido como “Black Wall Street”, se torna um “centro comercial propriedade de brancos”.

questoes-sociais,direitos-humanos,racismo,eua,historia,mundo,
Fotogaleria
questoes-sociais,direitos-humanos,racismo,eua,historia,mundo,
Fotogaleria
Joshua Lott/Washington Post
questoes-sociais,direitos-humanos,racismo,eua,historia,mundo,
Fotogaleria
questoes-sociais,direitos-humanos,racismo,eua,historia,mundo,
Fotogaleria
Joshua Lott/Washington Post

Quando Guy Troupe, após terminar uma carreira em gestão desportiva, regressou à cidade onde nasceu, para aí abrir um café, sonhava com um local onde se pudessem reunir empreendedores negros que iriam revitalizar a zona comercial tão pujante que ficara conhecida como a “Wall Street negra”.