Crise económica e financeira: o combate que se segue

É imperioso não esquecer que outra guerra já começou. Com outro tipo de consequências, mas igualmente muito dolorosas. Refiro-me à crise económica, financeira e social com dimensões grandiosas.

Depois de uma dura batalha, começam a existir evidências de que o conflito difícil e doloroso com a covid-19 está a abrandar. Todavia, há que nos mantermos firmes e cautelosos nas trincheiras dos cuidados preventivos e continuemos a avançar para o terreno do inimigo com a determinação dos últimos meses, mantendo os ritmos de vacinação. Ficaremos com uma dívida impagável a todas e todos que estiveram e continuam a estar na linha da frente deste exaustivo combate.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários