Daniel Adrião volta a ser candidato à liderança “pela democracia plena” no PS

Desafia António Costa pela terceira vez, porque nota “falta de democracia interna” no PS e não quer que o congresso de Julho seja “uma missa”.

Foto
NFS Nuno Ferreira Santos

Foi candidato derrotado nas últimas duas eleições directas e agora volta a ir a jogo no congresso socialista de 10 e 11 de Junho. Daniel Adrião desafia novamente a liderança de António Costa, que acusa de “ter cristalizado” o partido “na sua cúpula dirigente”