Um país, dois serviços nacionais de Saúde

Não aproveitar a revelação de Carlos Antunes sobre a pandemia para corrigir o que está mal manterá uma situação injusta e insustentável no país. Os portugueses do centro ou de Lisboa têm de ter direito à mesma qualidade do SNS que os portugueses do Porto ou do Norte.

O investigador Carlos Antunes estudou a evolução da covid-19 nas duas vagas entre o final do ano passado e as primeiras semanas de 2021 e chegou a uma conclusão tão reveladora como preocupante: se todas as administrações regionais de Saúde (ARS) demonstrassem a mesma eficiência e competência da ARS do Norte, poderiam ter sido salvas 4300 vidas. Mesmo que o número seja discutível, mesmo que se considere que essas conclusões exigem um estudo mais aprofundado, a existência de um Serviço Nacional de Saúde (SNS) a duas velocidades impõe uma reflexão. Na Saúde, como nas escolas ou nas empresas, as pessoas fazem a diferença.