Processo interno contra Rui Rio e Adão Silva considerado “kamikaze

Conselho de jurisdição decide nesta segunda-feira se aplica sanções a Rui Rio e a Adão Silva por não terem cumprido a recomendação de uma moção sectorial levada ao congresso de 2018 sobre eutanásia.

Foto
Rui Rio com Adão Silva Rui Gaudêncio

Há um desconforto no conselho nacional de jurisdição (CNJ) do PSD e noutros órgãos do partido por causa do processo interno levantado contra Rui Rio e Adão Silva. Ao PÚBLICO, um conselheiro nacional considerou que as sanções propostas (uma repreensão escrita ao líder parlamentar e uma advertência ao presidente do PSD) são “uma solução kamikaze” que só prejudica o partido.