Como sair sem risco de voltarmos a ficar fechados em casa? Alguns conselhos práticos

Tirar a máscara para dar um gole na cerveja não é o mesmo que ficar duas horas a conversar a menos de dois metros. Os “riscos são cumulativos”, lembra o médico de Saúde Pública Vasco Ricoca Peixoto, que diz que “usar máscara, manter a distância e ficar ao ar livre não custa nada”.

Foto
daniel rocha

Agora que voltámos a sair de casa por lazer, deveria tornar-se habitual perguntar aos amigos com quantas pessoas estiveram nos últimos dez dias? Ou dar dois passos grandes atrás antes de baixar a máscara, beber um gole, e voltar à conversa, de máscara posta e distância física assegurada?