Não compreendes o teu cão? A Cão Cão Queijo Queijo ajuda-te

Cão Cão Queijo Queijo é uma nova plataforma online sobre psicologia canina. O objectivo de Joel Ponte é “ajudar mais donos e mais cães”.

Foto
Miguel Manso

Cão Cão Queijo Queijo é um projecto de vida — e para a vida: apaixonado por cães, o responsável e criador da plataforma online sobre psicologia canina gostava de conseguir ajudar a educar e a transformar os tutores de cães em líderes de matilha. “A forma como interajo com os donos e com as pessoas com quem tenho vindo a trabalhar é, de uma forma simples, a separação do que é o ser humano e o ser cão”, conta Joel Ponte, ao P3.

Existem vários casos e vários cenários: pessoas a serem mordidas ao tentarem alimentar os próprios cães, arrastadas pelos passeios ou estradas, ou cães que, simplesmente, não sabem respeitar visitas.

Ao prestar atenção a tudo isso, e aliado ao interesse em psicologia canina, Joel Ponte viu várias diferenças. Ao contrário do próprio, a maioria das pessoas seguia o caminho da frustração por não conseguirem compreender ou saber corrigir os comportamentos dos cães.

“Eu cresci com cães, a humanizar os cães”, conta o criador da plataforma. A maioria das pessoas tem cães ena maior parte dos casos, não os conhece realmente. Não sabem como comunicam ou como interagem.

Aliado às suas observações, o sentimento de responsabilidade e a sensação de culpa pela partida de um dos seus cães, o responsável do Cão Cão Queijo Queijo quis aprender mais sobre estes animais. Leu, viu documentários, tirou uma série de formações, inclusive uma em psicologia canina. Tinha um objectivo: o “de ajudar mais donos e mais cães”.

Além do site e da página de Instagram, o projecto está também no YouTube. “Quero muito que este conteúdo chegue a mais pessoas”, conta Joel Ponte ao P3. Por isso avançou com a criação do canal, que conta com acesso a informação aprofundada sobre vários temas e vários conteúdos e dicas. Todas as quartas-feiras há novos vídeos.

​Até agora já são vários os pedidos de auxílio, sobretudo de tutores que se encontram, secretamente, em sofrimento com problemas com os seus cães. 

Texto editado por Ana Maria Henriques