Morreu Paulo Mendes da Rocha, o arquitecto humanista que trabalhava e pensava em grande

Prémio Pritzker em 2006, Mendes da Rocha era um dos nomes mais internacionais da arquitectura brasileira. Tinha 92 anos e uma relação muito próxima com Portugal. Quem com ele trabalhou fala do papel político e social que sempre atribuiu à arquitectura, da sua capacidade de transformar os lugares.

Foto
Paulo Mendes da Rocha no Museu Nacional dos Coches, em Lisboa Bruno Castanheira

Paulo Mendes da Rocha, o mais influente arquitecto brasileiro da actualidade, morreu este domingo num hospital de S. Paulo, aos 92 anos. A causa da sua morte não foi divulgada.