Tribunal europeu quer mais informação para autorizar apoio à TAP

Tribunal Geral da União Europeia anulou a decisão de Bruxelas de permitir o apoio de 1200 milhões de euros à TAP, na sequência de um recurso da Ryanair, mas a decisão fica temporariamente suspensa até nova análise da Comissão Europeia. Sindicatos criticaram acção do tribunal, enquanto o Governo desvalorizou a sua importância.

Foto
Ryanair tem contestado os apoios estatais às companhias aéreas de bandeira Rui Gaudencio

A decisão do Tribunal Geral da União Europeia (UE) de anular a decisão da Comissão Europeia que deu “luz verde” à ajuda estatal 1200 milhões de Estado à TAP SGPS, divulgada esta quarta-feira, veio trazer mais turbulência à companhia aérea. De acordo com o tribunal, Bruxelas não fundamentou suficientemente a sua decisão de permitir o apoio estatal, o que levou agora à sua impugnação.