Portalegre vai atribuir Medalha de Ouro da Cidade a Marcelo Rebelo de Sousa

Autarquia destaca a chamada de atenção do Presidente da República para o problema da interioridade.

Foto
LUSA/HUGO DELGADO

A Câmara de Portalegre vai atribuir a Medalha de Ouro da Cidade ao Presidente da República pela forma como “chamou à atenção” do país nos últimos anos para os problemas relacionados com a interioridade, foi anunciado nesta quarta-feira.

A distinção, que confere a Marcelo Rebelo de Sousa o título de cidadão honorífico de Portalegre, vai ser concedida no decorrer da cerimónia comemorativa dos 471 anos da elevação de Portalegre a cidade, no domingo (23 de Maio, dia da cidade), pelas 15h, na sala de congressos do município.

“Nós decidimos atribuir esta distinção porque, quando Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito pela primeira vez [Presidente da República], a primeira cidade que visitou foi Portalegre, chamando a atenção do país para o problema da interioridade”, explicou à agência Lusa a presidente do município de Portalegre, Adelaide Teixeira.

A autarca, eleita pelo movimento Candidatura Livre e Independente por Portalegre (CLIP), considera que essa atitude do chefe de Estado contribuiu para que o Governo, a partir dessa altura, começasse a “abordar mais” as questões relacionadas com a interioridade.

“A segunda razão que nos levou a tomar esta decisão foram as comemorações do dia 10 de Junho terem acontecido em Portalegre, em 2019. Há 42 anos que não se assinalava em Portalegre e, nesse dia, Portugal e o mundo estiveram de olhos postos em Portalegre e isso deu-nos visibilidade, notoriedade, encheu-nos de orgulho ter aqui as comemorações”, acrescentou.

Para Adelaide Teixeira, o Presidente da República “olhou” para Portalegre “de uma forma diferente”, com “equidade”, situação que a região “não tem sentido nas últimas décadas” por parte dos decisores políticos.

De acordo com o município, a Medalha de Ouro da Cidade foi pela última vez conferida há 14 anos, ao antigo ministro da Administração Interna e atual primeiro-ministro, António Costa.

Anteriormente, esta distinção foi concedida aos antigos Presidentes da República Mário Soares e Jorge Sampaio e ainda à Manufatura de Tapeçarias de Portalegre.

Além da Medalha de Ouro da Cidade que vai ser atribuída a Marcelo Rebelo de Sousa, a Câmara de Portalegre vai ainda atribuir no domingo 10 medalhas de mérito a personalidades com ligações ao concelho e que se tenham destacado em várias áreas.

Neste sector, destaca-se a atribuição da medalha de mérito - Grau Ouro ao capitão da equipa de Futsal do Sporting Clube de Portugal, João Matos.

No decorrer da cerimónia vão ser ainda atribuídas 14 medalhas de bons serviços a funcionários da autarquia, sendo que três delas são de Grau Ouro e as restantes 11 de Grau Prata.

A atribuição das medalhas foi aprovada por “unanimidade”, no decorrer de uma reunião do executivo municipal de Portalegre, composto por três eleitos da CLIP, dois do PS, um do PSD e outro da CDU.