Retórica política indigente para o século XXI

As polémicas de retórica são uma necessidade de políticos que não têm outros talentos, nem grandes causas nem estratégias, usando em último recurso a acrimónia e a agressividade públicas para se fazerem notados, à falta de substância política.

Durante os anos da presidência Trump muita gente me questionava pela relevância que dava ao que se passava do outro lado do charco. A resposta é fácil: a influência cultural americana é tal que condiciona o que se passa no mundo todo, incluindo um pequeno país chamado Portugal. Trump fez muito mais pelo moderado sucesso de André Ventura e do (a ver vamos nas próximas eleições legislativas) Chega que o próprio Ventura – político, de resto, pouco mais que imitador de Trump tanto na retórica como nos temas.